Plano de estudo de médio e longo prazo

Estudar para concurso não é algo que se faz em uma ou duas semanas. Exige constância, disciplina, determinação para executar um projeto de estudo que pode durar meses ou até anos. Mas é importante que esse plano seja bem estruturado (e revisto com uma certa frequência) pra que a gente se mantenha com motivação e aproveitamento.

É possível esgotar conteúdo?

Olha, eu acredito que não. Primeiro porque o conteúdo é muito extenso, mesmo se a gente considerar “apenas” os conhecimentos específicos. Segundo, porque cada banca e cada órgão dá um viés diferente ao conteúdo cobrado e pode incluir ou excluir disciplinas conforme a importância para sua atuação profissional. Terceiro, porque todo dia tem gente criando coisa nova, que pode vir a ser cobrada em concurso a qualquer momentos.
Por essas e outras que não existe a menor possibilidade de você começar a se inscrever para provas apenas quando já tiver esgotado o conteúdo ou completado metade do seu planejamento. Ele é contínuo. Você não estuda pra passar para a vaga dos seus sonhos. Você estuda até passar para a vaga dos seus sonhos.

E é melhor um conhecimento raso sobre todos os aspectos ou conhecimento profundo sobre apenas alguns deles?

Minha opinião: melhor ter um conhecimento raso sobre várias paradas do que profundo sobre uma só. O que não significa que você deve continuar com conteúdo raso o tempo todo. O esquema é: vá aprofundando em todos os assuntos ao mesmo tempo. Mantenha um ritmo de estudo em que você tenha um bom grau de conhecimento sobre tudo, e não sobre uma ou duas disciplinas. Não dá pra passar 2 ou 3 meses estudando apenas catalogação e depois começar com outra disciplina. Ao longo desses três meses você deve dedicar um tempinho para cada disciplina. E isso inclui conhecimentos gerais também.

Nossa, mas vai falta tempo…

Sempre vai faltar tempo pra tudo na vida. O dia tem 24 horas para todo mundo, mas sempre parece que nosso dia não está sendo aproveitado… Aqui nesse outro texto (https://santabiblioteconomia.com/2015/11/19/eu-nao-passo-em-concurso-porque-nao-tenho-tempo/) eu falo um pouco sobre organização do tempo. Se você estiver com algum problema desse tipo, recomendo que faça uma leitura rápida lá!

Mas como estudar? Texto, exercício, revisão… Parece muita coisa!

Parece e é. Mas não tem muita opção: você precisa de fonte de informação (seja ela texto, aula, videoaula, etc), precisa praticar e precisa revisar tudo de tempos em tempos.
O ideal é que você consiga mesclar um pouco de cada para garantir bons resultados.

Tá, mas como eu consigo isso?

Bem, existem várias opções de material escrito, cursos e videoaulas para conhecimentos gerais e de uns tempos para cá surgiram boas opções em Biblioteconomia, também. Mas creio que tão importante quanto isso é incluir essas atividades de maneira equilibrada em sua agenda. Pra isso, a gente vai disponibilizar uma planilha para acompanhamento de estudo. É só clicar AQUI!

TALITA JAMES

– Bibliotecária formada pela Universidade de Brasília, trabalha atualmente no Supremo Tribunal Federal e é mestranda em Ciência da Informação na Universidade Federal de São Carlos. É colaboradora do Santa Biblioteconomia escrevendo no blog e ministrando cursos. Carioca de nascimento, brasiliense de carreira, cidadã do mundo por opção. Na biblioteca fala baixo e fora dela, toca.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s