Edital aberto: Prefeitura de Niterói

Miscellaneous office material on wooden background, directly above shot

Cadastro de Reserva para bibliotecário na prefeitura de Niterói. 

Vencimento: R$1776,13  + Adicional de R$442,41 + Auxílio transporte R$180,00  =  Remuneração Total R$ 2398,54  por 20h semanais de trabalho. 

*Se você souber algo sobre reembolso de plano de saúde etc avise para completar as informações aqui! 

Inscrições:  das 12 horas do dia 2 de maio de 2016 as 14 horas do dia 16 de maio de 2016 (horário de Brasília) no site http://www.coseac.uff.br/concursos/fme/2016/

Provas: 5 de junho de 2016

Local de Prova: Município de Niterói – RJ

Prova composta de:

  • Conhecimentos Específicos 20 questões                                                                                                                                                                       

  • Língua Portuguesa 10 questões                                                                                                            

  • Lei Orgânica do Município de Niterói 10 questões                                                                      

  • Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais de Niterói  10 questões 

Veja o site com todas as informações e edital completo AQUI 

BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA:

 

ALMEIDA, M. R. G. Literatura cinzenta: teoria e prática. São Luís: EdUFMA, 2000. ALMEIDA, Maria Christina Barbosa de. Planejamento de bibliotecas e serviços de informação. Brasília: Briquet de Lemos, 2005. AMARAL, S. A. Marketing na Ciência da Informação. Brasília: EdUNB, 2007. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: elaboração: referências. Rio de Janeiro, 2002. ——. NBR 15287: informação e documentação: projeto de pesquisa: apresentação. Rio de Janeiro, 2005. BARATIN, M.; JACOB, C. O poder das bibliotecas. 3ed. Rio de Janeiro: EdUFRJ, 2008. BIBLIOTECA Pública: princípios e diretrizes. 2ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: FBN. SNBP, 2010. BLATTMANN, U.; FRAGOSO, G. M. (Orgs.) O zapear a informação em bibliotecas e na internet. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. BURKE, P. Uma história social do conhecimento: de Gutenberg a Diderot. Rio de Janeiro: Zahar, 2003. BUTLER, P. Introdução à Ciência da Biblioteconomia. Rio de Janeiro: Lidador, 1971. CAMPELLO, B.; CALDEIRA, P.T. (Orgs.) Introdução às fontes de informação. 2ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. CASARIN, H. C. S. (Org.) Estudos de usuário da informação. Brasília, DF: Thesaurus, 2014. CINTRA, A. M. M. et al. Para entender as linguagens documentárias. São Paulo: APB; Polis, 1994.COADIC, Y-F. A Ciência da Informação. 2ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2004. CUNHA, M. V. O papel social do bibliotecário. Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, n. 15, 1.o sem. 2003.COELHO NETO, J. T. O que é ação cultural. São Paulo: Brasiliense, 1988.DODEBEI, V. L. D. Tesauro: linguagem de representação da memória documentária. Niterói: Intertexto; Rio de Janeiro: Interciência, 2002. GOMES, H. F. A dimensão dialógica, estética, formativa e ética da mediação da informação. Inf. Inf. , Londrina, v. 19, n. 2, p. 46-59, maio/ago., 2014. GROGAN, D. A prática do serviço de referência. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2001. LANCASTER, F. W. Avaliação de serviços em bibliotecas. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2005. ——. Indexação e resumos: teoria e prática. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 1993. MACIEL, A. C.; MENDONÇA, M. A. R. Bibliotecas como organizações. Rio de Janeiro: Interciência; Niterói: Intertexto, 2005. MANGUEL, A. Uma história da leitura. São Paulo: Cia. das Letras, 1997. MEY, E. S. A.; SILVEIRA, N. C. Catalogação no plural. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2009.MILANESI, L. Biblioteca. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.OLIVEIRA, M. (Org.) Ciência da Informação e Biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: EdUFMG, 2005. PIEDADE, M. A. R. Introdução à teoria da classificação. 2ed. Rio de Janeiro: Interciência, 1983. RANGANATHAN, S. R. As cinco leis da Biblioteconomia. Brasília,DF: Briquet de Lemos, 2009.RIBEIRO, A. M. C. M. AACR2: catalogação de recursos bibliográficos. Brasília, DF: Ed. Do Autor, 2003. SALDANHA, G. S. Tradições epistemológicas nos estudos de organização dos saberes: uma leitura histórico-epistêmica a partir da filosofia da linguagem. LIINC em Revista, Rio de Janeiro, v.6, n.2, p. 300-315, set. 2010. SISTEMA NACIONAL DE BIBLIOTECAS PÚBLICAS (Coord.). Biblioteca pública: princípios e diretrizes. Rio de Janeiro: FBN, 2010. YUNES, E. (Org.) Pensar a leitura: complexidade. São Paulo: Loyola; Rio de Janeiro: EdPUC-Rio, 2002.

Ranganathan não faz milagre, estudar sim!

Thalita Gama

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s