Concurseiro é tudo fitness

texto tataGosto de comparar a preparação pra concursos com a preparação física. Porque os dois envolvem tantas varáveis, e dependem tanto de disciplina, de autoconhecimento…

Voltar a estudar é como voltar a fazer exercícios depois de muito tempo parado. Por mais que a gente tenha tempo, grana, vontade, não dá pra chegar na academia e achar que vai puxar 300 quilos de ferro. Mesmo que a gente já tenha feito isso alguma vez na vida (eu nunca!).

Também não dá pra achar que, depois de um ano e tanto sem estudar, eu ia sentar na cadeira e estudar por 3 ou 4 horas seguidas, numa boa.

E é isso… Pra voltar ao meu ritmo eu estou tendo que me conhecer novamente. Estou reavaliando toda a minha rotina pra descobrir o que funciona atualmente pra mim, e o que não funciona. Melhores horários, melhores materiais, melhores esquemas.

Nesse período, além de reorganizar meu material, reler e resumir novamente os que já foi lido e resumido, antes de buscar novos conhecimentos, está sendo importante respeitar meus limites. Sei que passei por períodos em que minha cabeça e meu corpo aguentavam uma rotina de 12 horas de estudo (#FicaForte #FicaGrande #EspremeQueCresce não, pera…). Era o “intensivão” que antecedia cada uma das minhas “competições”. Óbvio que essa rotina se estendia por 25-30 dias, no máximo, e eu estava de férias do trabalho pra conseguir fazer isso…

Mas atualmente, não consigo sequer 2 horas na cadeira! Estou recomeçando e sei que tenho que retrabalhar todos os meus limites e estimular meu cérebro e meu corpo com as coisas queconsidero importantes e bacanas.

Mas as #DicasDaTata que eu deixo são:

  •  A qualidade do nosso estudo depende da nossa disciplina. Se o máximo que você consegue “treinar” hoje, com qualidade, é 1 hora, dedique-se muito nessa hora. São 30 minutos? Que sejam 30 minutos de verdadeiro estudo!

  •  Vá se cobrando para aumentar a “carga” de tempos em tempos.

  • Faça “avaliações” do seu desempenho, como na academia, a partir de provas antigas.

  •  A “academia” é importante, mas o resultado depende do que tá dentro da gente. escolha um cursinho, mas lembre-se que ele não garante a sua aprovação.

  •  “Equipamento” faz diferença: invista em material de qualidade, que esteja de acordocom as suas necessidades de estudo!

  • Por fim, alimente-se bem. Coma direitinho, conforme a nutricionista manda. (Nessa dica não tem analogia, não.)

E pra não perder o costume, música pra inspirar:

Pega a bic preta e pinta umas bolinhas.

Beijos!

Talita James

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s