Análise de Prova: Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Olá hoje vamos analisar a prova da Câmara Municipal do RJ que foi aplicada no último domingo dia 30 de agosto. A banca responsável foi da própria prefeitura do RJ.  No edital constavam indicações de livros como bibliografia, ponto importante que orientou os estudos dos candidatos. 

41. Nas unidades de informação, fazer coisas de maneira correta, solucionando problemas e assegurando a otimização dos recursos, é realizar da seguinte maneira com:

(A) sinergia

(B) eficiência

(C) eficácia

(D) entropia

Análise:  Sempre lembre que eficácia tem relação com o RESULTADO  e eficiência com os MEIOS de chegar ao resultado. Exemplo: Você tem a meta de catalogar 40 livros em 1 semana. Se você bater a meta você foi eficaz, se você além disso conseguiu  otimizar tempo e/ou recursos você foi eficiênte.  Gabarito: B

42. A ferramenta que auxilia o bibliotecário a alcançar eficácia e eficiência organizacionais e a desenvolver estratégias para melhorar o desenvolvimento do acervo e dos serviços e produtos é a:

(A) mensuração

(B) análise

(C) avaliação

(D) abordagem

Análise: Para fazer qualquer coisa bem feita (com eficácia e eficiência) você precisa AVALIAR o estado atual da biblioteca.  Gabarito C

43. A estratégia que afeta o conjunto da instituição e seus serviços, com um modo de organização particular, bem como um modo de administração adequado, é a:

(A) orientação para o usuário

(B) fonte de informação

(C) cadeia documentária

(D) implementação do projeto

Análise: Essa daí poe eliminação você conseguia acertar, nenhuma das outras opções faz sentido!  E sabendo que quando se administra pensando no usuários todas as etapas são afetadas! Gabarito: A

44. A lista estruturada de termos relacionados, utilizada por profissionais da informação para descrever um documento com a especificidade desejada e permitir aos usuários a recuperação pretendida, é estabelecida através, de:

(A) descritores

(B) taxonomias

(C) ontologias

(D) tesauros

Análise:  Esse conceito foi tirado de 

VIEIRA, R. Introdução à teoria geral da biblioteconomia. Rio de Janeiro: Interciência, 2014.

11958042_10200681209989244_7420537522595483519_o

 

Gabarito: D

 

45. No processo de aquisição, os recursos financeiros colocados à disposição de repartições públicas para arcarem com as despesas urgentes que não podem aguardar procedimentos normais de aplicação é chamado:                                                      

(A) empenho

(B) carta de crédito

(C) adiantamento

(D) pro forma

Análise: No livro “Aquisição de materiais de informação” Vergueiro aponta 3 modalidades de compra: Compras por licitação (aqui se enquadra: convite,tomada de preço, concorrência, concurso e leilão), Compras sem licitação e Compras por adiantamento. 

10557172_10200681170148248_5920680639010352907_n

ANDRADE, D; VERGUEIRO, W. Aquisição de materiais de informação. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1996.

Gabrito: C

46. Apoiar o processo decisório, trazer maior racionalidade às decisões na organização e orientar as ações são funções gerenciais de:

(A) planejamento

(B) controle

(C) revisão

(D) desempenho

Análise: Acho que poderia ter confusão entre planejamento e controle. Quando o enunciado diz “maior racionalidade às decisões” mata a charada. Quadrinho que adoro com as vantagens do planejamento segundo Almeida.

almei

Gabarito: A

47. A descrição clara e objetiva do que a unidade de informação deveria fazer em conformidade com as obrigações institucionais estabelecidas nos documentos que a formalizam, possibilitando o verdadeiro conhecimento do seu campo de ação, denomina-se:

(A) missão

(B) mandato

(C) proposta

(D) meta

Análise: A pegadinha aí era a confusão com missão. Dei essa dica para os meus alunos do Preparatório Santa biblioteconomia era importante saber as etapas de formulação do planejamento estratégico (Roteiro de Bryson) Nos 2 livros de planejamento indicados no edital “Bibliotecas como organizações” e “Planejamento estratégico”

1.Mandato

2.Missão

3.Análise do ambiente externo

4.Análise do ambiente interno

5.Questão estratégica

6.Obstáculos

7.Proposta estratégica

 

11217662_10200681175988394_8240470338914231700_n

A Missão seria a determinação do propósito da organização e sua razão de existir! (Página 63)

BARBALHO, C.R.S.; BERAQUET, V.S.M. Planejamento estratégico para unidades de informação. São Paulo: Polis: Associação Paulista de Bibliotecários, 1995.

Gabarito B

48. A UNESCO, juntamente com a IFLA, propôs diretrizes para um programa, cujo objetivo era reunir e tornar disponíveis os registros da produção bibliográfica de todos os países. Esse programa, que concretiza o ideal do acesso de todos os cidadãos ao conjunto do conhecimento universal, é denominado:

(A) UNISIST

(B) PGI

(C) NATIS

(D) CBU

Análise:

11952037_10200681259790489_562735992858285102_n

 

CAMPELLO, B. Introdução ao controle bibliográfico. 2. ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 2006.

Gabarito: D

49. O instrumento que reune e preserva toda a produção intelectual do país, garantindo acesso ao patrimônio cultural, sem qualquer julgamento, seja de ordem moral, política, artística ou literária sobre o valor intrínseco dos materiais, em termos gerais, é o:

(A) depósito legal

(B) controle da documentação

(C) intercâmbio internacional

(D) conteúdo informacional

Análise:  Segundo o site da biblioteca nacional:  

“O Depósito Legal é definido pelo envio de um exemplar de todas as publicações produzidas em território nacional, por qualquer meio ou processo, segundo as Leis N. 10.994, de 14/12/2004 e 12.192, de 14/01/2010. Tem como objetivo assegurar a coleta, a guarda e a difusão da produção intelectual brasileira, visando à preservação e formação da Coleção Memória Nacional. Nele estão inclusas obras de natureza bibliográfica e musical.” Fonte: https://www.bn.br/biblioteca-nacional/deposito-legal

Gabrito: A

50. O resultado do trabalho intelectual de estudiosos e pesquisadores é comunicado, geralmente, através de algum tipo de publicação. O conjunto desses registros vai formar:

(A) o guia de literatura

(B) a publicação técnica

(C) a literatura científica

(D) o índice de citação

Análise:   Segundo o Dicionário de biblioteconomia Literatura Científica é ” Conjuntos de documentos relativos a uma ciência em particular.”  

O guia de literatura: (Lista de literatura também)” listagem ou bibliografia concisa, feita para promover material bibliografico para fins educacionais ou de lazer, lista de livros renomados”

Gabarito: C

51. As cópias dos trabalhos aceitos pela comissão organizadora dos encontros científicos, distribuí- das antes do evento às pessoas inscritas, são chamadas:

(A) proceedings

(B) preprints

(C) anais

(D) resoluções

Análise:

11954571_10200681286791164_6963810676703708017_n

Fonte: dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia

Gabarito: B

52. Resultantes de trabalho em equipe feito em organizações de pesquisa e caracterizados pela autoria coletiva são sempre mais conhecidos e solicitados por meio da instituição que os produz. Essa descrição corresponde:

(A) às guias

(B) às normas

(C) aos resumos

(D) aos relatórios

Análise: Segundo Almeida “O relatório é um instrumento de marketing da biblioteca.  É com base neles que a coordenação poderá definir metas para o sistema, elaborar e implementar projetos que integrados que correspondam às suas necessidades reais, captar recursos de entidades financiadoras ou patrocinadores, enfim gerir o sistema.”

 

E segundo o dicionário de biblioteconomia:

11934950_10200681292311302_6174086120192576195_n

Gabarito: D

53. O escritório brasileiro encarregado do controle e da concessão de patentes e registro de marcas é a seguinte autarquia com sede no Rio de Janeiro:

(A) INSS

(B) INPI

(C) OMPI

(D) INEP

Análise: Quando vejo esse tipo de questão fico pensando o que passa na cabeça de quem montou a prova….. Gabrito: B

54. As revisões de literatura podem ser classificadas segundo o propósito, a abrangência, a função e o tipo de análise desenvolvida. Quanto ao propósito, as revisões de literatura podem ser:

(A) analíticas ou de base

(B) temporais ou temáticas

(C) históricas ou de atualização

(D) bibliográficas ou críticas

Análise:

10612723_10200681270670761_5713938931852746158_n

 

CAMPELLO, B.S.; CENDÓN, B.V.; KREMER, J.M. (Org.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2000.

Gabarito: A

55. Na estrutura do livro, é considerado pós-textual o seguinte elemento:

(A) errata

(B) dedicatória

(C) anexo

(D) prefácio

Análise:  Segundo a ABNT 14724 de trabalhos acadêmicos

elementos abnt

 

Gabarito: C

 

56. O processo de tombamento de todo material adquirido, seja por compra, permuta ou doação, tem o nome de:

(A) agrupamento

(B) identificação

(C) marca

(D) registro

Análise: Quando o material chega na biblioteca e vai ser tombado é sinônimo de ser registrado. Gabarito D

57. Em uma biblioteca, permitir que as informações fluam eficientemente entre as fontes de informação e quem precisa de informações é a finalidade do seguinte setor:

(A) catalogação

(B) classificação

(C) referência

(D) tradução

 Análise: O setor de referência é a ponte entre o conhecimento e o usuário. Gabarito C

58. Os catálogos organizados de acordo com um plano de classificação são chamados de:

(A) alfabéticos

(B) topográficos

(C) sistemáticos

(D) coletivos

Análise:

Sistematicamente (catálogo sistemático):

  • Com entradas de assuntos organizadas pelo número de classificação, e entradas de responsabilidade e/ou título organizadas alfabeticamente, em catálogos separados.

Definições baseadas nos capítulos 1 “Sobre catalogação e catálogo” e 8 “Os catálogos” do livro Catalogação no Plural de Eliane Mey e Naira Silveira.

Gabarito C

59. Efetuado o relacionamento entre conceitos, de forma indutiva/dedutiva ou relacional, eles vão aparecer no tesauro com a seguinte simbologia para relações de equivalência:

(A) USE

(B) TG

(C) TEP

(D) RT

Análise:  USE é o termo escolhido entre os sinônimos ou quase

TG é o Termo Geral – Conotação mais ampla

TEP (Não existe)

RT ( não existe) o que existe pe o TR = Termo Relacionado

Gabarito A

60. O resumo que explicita sumariamente o documento é chamado de:

(A) crítico

(B) indicativo

(C) informativo

(D) analista

Análise: Segundo a NBR 6028 de resumos….

tipo de resumo

Gabarito B

61. As fichas remissivas, que são utilizadas para simplificar o acesso ao catálogo, podem ser das seguintes ordens:

(A) classificada ou alfabética

(B) técnica ou intelectual

(C) dedutiva ou indutiva

(D) analítica ou sintética

Análise:

Retirado do livro  Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação (Página 202)

 

11896409_741920862579164_1858529859134257077_o

Gabarito B

 

62. O organismo principal de normalização mundial, que tem por objetivo favorecer e realizar o entendimento nos campos intelectual, científico, técnico e econômico, é a:

(A) GAP

(B) DSI

(C) FAO

(D) ISO

Análise: A  Organização Internacional para Padronização ou Organização Internacional de Normalização, popularmente conhecida como ISO é uma entidade que congrega as diversas entidades de padronização/normalização de 170 países.

Para saber mais: http://www.iso.org/iso/home.html

Gabarito: D

63. Na indexação de assuntos, a etapa que envolve a conversão da análise conceitual de um documento num determinado conjunto de termos chama-se:

(A) tradução

(B) recuperação

(C) conteúdo

(D) esquema

Análise: 2 etapas de indexação segundo Lancaster : Análise conceitual e Tradução!

Gabarito: A

64. No que concerne a determinada necessidade de informação, avalia-se uma base de dados de acordo com critérios principais.Para aferir os itens que serão e os que não serão úteis, utiliza-se o critério da:

(A) previsibilidade

(B) cobertura

(C) recuperabilidade

(D) atualidade

Análise: Lancaster (página 29) aponta que “O axioma da previsibilidade, de Fugman, diz que o êxodo de uma busca num sistema de recuperação depende grandemente da previsibilidade com que é descrito temático, o que aponta a importância de coerência na indexação.

Gabarito: A

65. Conhecimento do mercado, normalização dos processos de trabalho, implantação de métodos objetivos de medidas e avaliações e melhora na direção interna das organizações é o conceito de:

(A) reorganização estrutural e funcional

(B) facilitação do processo decisório

(C) gestão de qualidade total

(D) racionalização das rotinas de trabalho

Análise:  A única opção de fato que tinha um conceito era o gabarito.

“A Gestão da Qualidade Total (GQT ou TQM) é uma opção para a reorientação gerencial das organizações, que possui como pontos básicos: Foco no cliente; Trabalho em equipe permeando toda a organização; Decisões baseadas em fatos e dados”

Gabarito: C

66. A formação e desenvolvimento de coleções são compostos por diversas atividades que não podem ser consideradas isoladamente, mas como partes integrantes de um todo.Uma dessas atividades é:

(A) a avaliação das coleções

(B) a conservação do acervo

(C) o número de exemplares por título

(D) o estudo da comunidade

Análise:  Na página 17 do livro “Bibliotecas como organizações” temos :

 

11947860_10200681372673311_8046332334002637477_o

Não podia confundir com o esquema do Vergueiro! Era uma pegadinha mesmo!

11917479_10200681216309402_7613560707073451504_n

(Esse o livro não está na bibliografia)
VERGUEIRO, W. Desenvolvimento de coleções. São Paulo: Polis, 1989.

Gabarito: D

67. O gráfico que procura representar, de maneira dinâmica e analítica, a sequência lógica das fases e etapa de um trabalho desenvolvido dentro de uma organização por meio de uma simbologia, constituindo-se no primeiro passo para a implantação da gestão de qualidade nas bibliotecas, a identificação de processos e atividades implícitas à sua estrutura, além da definição da maneira melhor e mais correta de executá-los, é o:

(A) organograma funcional

(B) fluxograma

(C) funcionograma

(D) organograma formal

Análise: Essa é uma questão bem batida, é bom saber.  Também está no livro “Bibliotecas como organizações”  Gabarito: B

68. A função responsável pelo controle da movimentação das coleções dentro e fora da biblioteca, expedição de avisos e penalidades é executada pelo seguinte setor:

(A) circulação

(B) orientação

(C) auxílio ao usuário

(D) divulgação de serviços

Análise:  Movimento das coleções = Circulação. Gabarito: A

69. Quanto à forma de organização, para que um catálogo possa tornar-se de fácil consulta e manutenção simples, deve possuir determinadas qualidades. A inserção contínua de registros bibliográficos relativos a novas manifestações e itens incorporados ao acervo, exclusão de itens descartados ou perdidos e mudanças nas representações quando necessárias indica a seguinte qualidade:

(A) compacidade

(B) portabilidade

(C) flexibilidade

(D) praticidade

Análise:  O catálogo tem que ser flexível!!  Gabarito: C

70. Descrição bibliográfica, pontos de acesso e dados de localização são as três partes do processo de:

(A) catalogação

(B) registro

(C) descarte

(D) classificação

Análise: Mey fala essas caracteristicas da catalogação no livro “Catalogação no plural” Gabarito A

 

  • Agradeço o Thomaz e Fabi do grupo do concurso no facebook que levantaram  as referências de várias questões que utilizei aqui. 

 

 

O que eu achei da prova?

COMO ASSIM NADA de catalogação, classificação, MARC?? Affff

Confesso que tive a esperança que a prova fosse melhor elaborada, cobrando pontos da documentação jurídica (afinal é a prova de uma Câmara!), com questões mais cabeludas (o salário é bem razoável).

Mas …. analisando pelas últimas provas era de se esperar uma prova bem tranquila e/ou mal feita rs. Perguntas diretas, podiam ter resumido o edital em: “introdução geral a biblioteconomia”….. O lado ruim é que a pontuação provavelmente vai ser bem alta!  É uma prova boa para quem está começando a estudar e treinar!

Ranganathan não faz milagre, estudar sim!

Thalita Gama

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s